Please reload

Posts Recentes

Como a experiência do cliente fica melhor com marketing digital?

May 7, 2018

1/10
Please reload

Posts Em Destaque

5 pilares de uma estratégia de marketing de conteúdo

September 3, 2018

 

Imagine a seguinte situação: você está dentro de uma sala de reunião neste momento. A sala está fechada e você está concentrado. De repente, alguém entra para te passar um recado urgente. Existem duas maneiras dessa cena acontecer:

 

Primeira cena

Sem bater na porta, a pessoa já entra falando o que quer, interrompendo a reunião;

 

Segunda cena 

A pessoa bate na porta, pede licença e dá o seu recado. 

 

Qual das situações lhe parece mais agradável?

A óbvia conclusão sobre qual dessas cenas é a mais adequada muito tem a ver sobre como devemos pensar as estratégias de venda do seu produto ou serviço. No meio disso tudo, levar em conta as estratégias de inbound, é prospectar seus potenciais clientes de uma maneira que vai de encontro ao que descrevemos na segunda cena.

 

Antes de entender os 5 pilares, é importante ressaltar o potencial do marketing de conteúdo para sua empresa:
  • Marketing de conteúdo custa 62% menos que o marketing tradicional;

  • 2 a cada 3 comerciantes dizem que o blog é “crítico” ou “importante” para o seu negócio;

  • 46% das pesquisas diárias são para obter informações sobre produtos e/ou serviços;

  • 72% dos executivos dizem que as mídias sociais ajudam no fechamento de negócios;

  • 275% é o ROI (retorno sobre investimento) médio produzido a partir de campanhas de relações públicas online.

 

Os 5 pilares


Apenas ‘não ser mais do mesmo’ não é suficiente se esse diferencial não vier acompanhado de assertividade e uma estratégia que busque por bons resultados a partir de um senso de realidade do todo. 

 

1. Conheça seu público-alvo tão bem quanto seu produto/serviço

 

O perfil do seu público-alvo está claro para você? É indispensável que esteja. Conhecer mais sobre quem você vai prospectar é uma etapa que garante a entrega de um produto ou serviço perfeitamente alinhado com quem precisa acreditar nele.

 

2. Ofereça conteúdo relevante e os visitantes virão naturalmente

 

Uma vez definido as plataformas de conteúdo (site, blog e/ou redes sociais) e o seu público-alvo, é chegada a hora de aplicar o bom e nada velho marketing de conteúdo.

 

Tudo o que for produzido deve ter a linguagem adequada e informações relevantes sob o ponto de vista do seu potencial cliente. Assim, ele será atraído porque encontrará aquilo que realmente o interessa. 


3. Transforme seus visitantes em potenciais clientes

 

Cliente atraído, agora chegou a hora de converter. A melhor maneira de transformar os visitantes do seu site em oportunidades ou vendas é criando mecanismos que possam qualificar os perfis mais propensos a fechar negócio. Isso pode ser feito, por exemplo, através da entrega de algum material de valor (eBook, Planilha, Infográfico e etc.) para o visitante em troca de alguns dados de contato, como o e-mail.

 

4. Ajude seu potencial cliente até o momento da compra

 

Saber se relacionar tem a ver com seguir algumas regras básicas que ditam a interação com seu cliente: ter atenção, cuidado e, se for preciso, está disposto a ajudar. É imprescindível alimentar o cliente com informações que ele precisa para resolver seus problemas. Assim deve ser até o momento crucial: a compra do seu serviço. Uma boa tática a ser usada dentro desse processo é o Fluxo de Automação em Marketing.

 

Educar o cliente e conduzi-lo dentro das quatro etapas essenciais garantirá que ele chegue até a “decisão de compra” dentro de um período de tempo alinhado com as necessidades do seu negócio e de acordo com o que foi planejado previamente.


5. O que não é medido não é gerenciado 

 

Chegou a hora dos relatórios. Mas eles não devem ser pensados como algo a ser feito automaticamente, não funciona dessa forma. Eles atuam como um indicador importante do feedback dos consumidores. Quanto, de fato, o marketing de conteúdo agregou a sua empresa? A partir de desse acompanhamento, é possível (e é preciso) traçar metas bem definidas e realistas, além de mensuráveis. Relatórios mostram o caminho de crescimento trilhado e o quanto ainda será preciso percorrer. 

 

Pensar as estratégias de inbound é caminhar com previsibilidade rumo ao sucesso e, ao mesmo tempo, oferecer ao cliente uma experiência de aprendizado sobre o serviço que estará comprando. 

 

Fonte: Único

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga