Please reload

Posts Recentes

Como a experiência do cliente fica melhor com marketing digital?

May 7, 2018

1/10
Please reload

Posts Em Destaque

Marketing digital: como implantar tendências no seu negócio?

September 9, 2019

 

Em tempos de inúmeras plataformas eletrônicas, como computadores, tablets e smartphones, constantemente conectados à internet, as compras no meio digital é um hábito cada vez mais comum.

Fazer uso da internet é uma forma muito mais barata para a empresa, apesar de ainda assim precisar investir em marketing digital para que seja um negócio de sucesso, independente de ser uma loja de roupas, uma escola de línguas ou uma clínica odontológica. Além de um canal de vendas, é também uma excelente forma de comunicação com o seu público.

 

Utilizar o e-commerce pode ser uma boa forma de expandir o seu negócio. Quer saber mais sobre? Acompanhe a seguir.

 

 

 

O que é?

E-commerce ou comércio eletrônico são negócios e vendas realizados através da internet, sem se utilizar de um intermediador, mas são produtos de um único empreendimento (seja o fabricante ou o revendedor) em uma plataforma própria.

É diferente, por exemplo, do marketplace, em que uma plataforma comum funciona como uma espécie de shopping virtual, em que diversas empresas oferecem o mesmo produto e o comprador pode escolher o que for mais conveniente para ele.

 

Por que investir?

Algumas das principais vantagens de se ter um e-commerce são:

  • Diminuição dos custos

  • Conforto para os consumidores

  • Resultados fáceis de serem analisados

Esses são os pontos mais vantajosos para se ter um e-commerce, tanto para você, quanto para o consumidor. Por isso, pode trazer autonomia para o seu negócio e gerar muito lucro.

Uma vez que a empresa tem menos custos (não precisa pagar aluguéis, contas básicas de um estabelecimento etc), o produto pode ser vendido por um valor inferior ao de uma loja física. Essa é uma das razões do porque comprar pela internet tem sido um hábito cada vez mais comum.

Ninguém quer pagar mais caro por um mesmo produto, certo?

 

Conforto para os consumidores

Nada melhor do que não precisar sair de casa para efetuar aquela compra que você precisa, e então apenas esperar ele chegar diretamente a sua casa.

Nesse momento, entretanto, as empresas precisam atentar-se a detalhes que possam trazer a melhor experiência ao consumidor. Produtos bem detalhados e fotos bem feitas são essenciais a esse processo.

É interessante que seja oferecido diferentes formas de pagamento. Cada e-commerce deve comparar custos e benefícios e avaliar o que for melhor para o seu negócio. Inclusive, além de pagamentos pelo cartão de crédito, oferecer opções como boleto ou transferência bancária.

 

Resultados fáceis de serem analisados

Não existe um meio mais fácil de analisar resultados que através da internet, pois tudo o que você precisa já está ali.

Normalmente, através das plataformas, você consegue ver o número de visualizações de determinado produto, quais são os mais buscados e se houve abandono de carrinho. Dessa forma, você pode investir em estratégias que façam o consumidor voltar a sua página, como envio de e-mails e lembretes.

Entretanto, é necessário ter uma boa estratégia de logística, principalmente quando são produtos físicos que precisam ser enviados pelo correio, como também a contabilização do estoque.

 

Tipos de e-commerce

B2B

B2B ou Business to Business são empresas que fazem as vendas dos produtos ou serviços para outras empresas. Por exemplo, pense que a sua clínica odontológica precisa de novos produtos. Você pode ir até uma plataforma de e-commerce de um revendedor de artigos odontológicos ou procurar o próprio fabricante para fazer essa compra de maneira mais rápida e, provavelmente, mais barata.

 

B2C

B2C ou Business to Consumer é quando uma empresa visa o consumidor final. Essa é a maioria dos e-commerce. Pense que a sua mesma clínica odontológica, por exemplo, entrou no meio digital e agora está focando nas vendas online para serviços que oferecem. É mais uma forma de atrair a atenção do seu consumidor.

 

Dicas

A principal dica para ter boas vendas através do e-commerce é investir em marketing digital. Como alguém que procura determinado serviço pode chegar até você, por exemplo, ao invés de tantas outras existentes no mercado? Existem empresas especializadas nisso e em boas estratégias, mas a seguir veja os pontos principais:

 

1. Redes sociais

É através delas que o seu consumidor pode chegar até você, avaliar os produtos que você tem disponíveis e decidir se vale a pena para ele ou não, antes mesmo de entrar no seu comércio eletrônico.

A sua empresa e a sua marca precisam ser vistas e lembradas, de forma que, mesmo que naquele momento o consumidor não precisa de algo que você oferece, quando precisar, vai lembrar da sua marca.

 

2. Atendimento ao consumidor

Atualmente esse quesito é essencial para qualquer empresa, independente do tamanho. A filosofia é simples: atender bem ao seu cliente para que ele volte sempre a sua empresa.

Segundo o SEBRAE (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), 65% das compras feitas são por clientes já existentes, ou seja, é de grande importância ter um consumidor fidelizado, pois, além ser uma compra constante, é também uma forma de divulgação quando a sua marca tem uma boa reputação e seus serviços são de qualidade.

Também é interessante que as empresas tenham uma espécie de SAC ou uma forma de contato direta quando tiverem algum problema.

 

3. FAQ

É interessante ter uma página em seu site apenas com as perguntas frequentes porque isso evita que o consumidor fique constantemente entrando em contato com a sua empresa para que coisas simples sejam resolvidas.

Da mesma forma, é essencial que todos os seus produtos e serviços estejam bem descritos, com boas fotos e que tenha todas as informações necessárias para que o cliente não fique com dúvidas.

 

Pronto para começar o seu?

Essas informações são essenciais para começar o seu e-commerce, além de dar uma boa base no que investir, como algumas estratégias de marketing. É importante definir quem é o consumidor final do seu produto, como chegar até ele e, principalmente, como em qualquer negócio hoje em dia, ser inovador.

Procure conhecer os seus concorrentes para saber o que e como eles estão disponibilizando e precificando os seus produtos. Apesar disso, tenha em mente que o ponto principal é que o seu consumidor tenha uma boa experiência e que se sinta à vontade para voltar a fazer negócios com você.

 

 

 

Fonte: Ecommerce Brasil

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga