Posts Recentes
Posts Em Destaque

Coronavírus: 8 dicas para usar o marketing digital a favor da sua empresa


Estratégias ajudam negócios a se conectar com o público, que hoje está mais online do que antes.

Se a internet já era importante para os negócios, hoje ela virou a única alternativa para muitos deles. O fechamento de lojas e as medidas de isolamento frente ao coronavírus acertaram em cheio as empresas que atendiam apenas em pontos físicos. E mesmo as que já eram digitais podem enfrentar uma queda na demanda, motivada pelo momento de incerteza.

Conectar-se aos clientes é mais importante do que nunca - e o marketing digital pode ajudar nesse processo. Abaixo, listamos oito dicas para usá-lo a favor do seu negócio.

1. Invista em presença digital Antes de pensar em estratégias digitais, avalie a maturidade atual da sua empresa na internet. Se ela já está nas principais redes sociais, mas não tem um site, este é um bom momento para dar esse novo passo. Além de evitar sair, as pessoas estão mais conectadas do que antes. "Na prática, o digital é o que sobrou em meio a todas as restrições físicas", aponta André Siqueira, cofundador da Resultados Digitais.

Para quem vendia por pontos físicos e ainda não tem e-commerce, a dica de Marcel Ghiraldini, cofundador da Math Marketing, é começar ingressando em um marketplace, que já oferece uma estrutura funcional. Ele lembra que, além das vendas, a internet é fonte de conteúdo para entender como agir nesse momento. "Você pode desde pesquisar para entender como estão seus concorrentes até recorrer ao Google Trends para ver o que as pessoas estão procurando", diz.

Rede de comida mexicana usa lives para manter cliente próximo

2. Conheça o seu público Conhecer seus clientes e seguidores é essencial para definir qualquer estratégia. Isso envolve desde mapear as redes sociais que eles mais usam até conhecer seus hábitos e preferências. "Quando você entende bem esses comportamentos, fica mais fácil desenhar estratégias e definir os canais e a linguagem adequada", aponta Siqueira.

Para isso, vale começar recorrendo a uma ação simples: fazer perguntas a eles. A capacidade de ouvi-los individualmente, segundo Ghiraldini, é uma das grandes vantagens das pequenas empresas em relação às grandes.

3. Ofereça conteúdos de valor Um dos pilares do marketing digital é oferecer conteúdo aos clientes sem a intenção de venda imediata, apostando na construção de um relacionamento que, depois, poderá trazer frutos. A estratégia é ainda mais importante nesse momento, já que eles, assim como você, estão preocupados com a pandemia.

“O que as pessoas mais estão buscando neste momento é um pouco de conforto e uma forma de diminuir as incertezas. Por isso, é a hora de pegar ainda mais leve nas estratégias”, diz Vitor Peçanha, cofundador da Rock Content. Ele também diz acreditar que toda as empresas têm potencial de colaborar de alguma forma. O fortalecimento da marca virá como consequência.

“O cliente de uma academia não deixou de querer ficar em forma. Se eu sou dono de uma, posso fazer lives e postar aulas no Instagram, ajudando a resolver essa dor sem tentar vender”, afirma. “Quando a situação se acalmar, as pessoas se lembrarão dessa ajuda.” Ele diz que seguir o caminho contrário, usando a situação como estratégia de venda, soará como oportunismo e prejudicará ainda mais sua empresa.

Franquia improvisa aulas de circo pela internet durante isolamento

4. Humanize sua marca Compartilhar os bastidores do seu negócio também pode ajudar a se conectar melhor com os clientes – e servir de base para apoiá-los. “Na RD, por exemplo, nós colocamos todos os funcionários em home office e compartilhamos um guia sobre isso para quem quiser aprender”, diz Siqueira, da Resultados Digitais. No caso de restaurantes atendendo por delivery, é interessante mostrar que cuidados têm sido tomados na cozinha para evitar contaminações.

Vale ainda compartilhar as dores do negócio, como o desafio de pagar as contas. “As pessoas têm um carinho por negócios locais. Se você não consegue vender agora, pode lançar um voucher para depois”, exemplifica Peçanha, da Rock Content. “Vender um voucher de R$ 10 por R$ 7 é uma estratégia de marketing e pode ajudar muito o fluxo de caixa.”

Consumidores e empresas podem ajudar negócios locais a enfrentar a crise do coronavírus

5. Invista na geração de leads Em linhas gerais, leads podem ser definidos como pessoas (ou empresas) que entraram em contato com sua empresa e têm potencial para se tornarem clientes. Mesmo que eles não fechem negócio agora, ter essa base de pessoas pode gerar resultados no médio e longo prazo. Uma das formas comuns de gerar leads é oferecer algo de valor, como um conteúdo, por meio de um cadastro. "Se você tiver o contato dos clientes, será muito mais fácil contruir o relacionamento", diz Siqueira.

6. Considere investir em anúncios online Embora a construção de relacionamento a longo prazo seja importante, estratégias de curto prazo ajudam a ganhar fôlego neste momento. Uma das possibilidades é investir em anúncios em plataformas online, como o Google e as próprias redes sociais.

Só colocá-los no ar, porém, não garante resultados. “Não adianta colocar anúncios se você não estiver medindo os resultados e não souber o quanto eles refletem em vendas”, diz Siqueira, da RD. Para quem está começando, ele recomenda ter cuidado e começar devagar.

Google lança site para ajudar empreendedor a crescer na internet

7. Defina objetivos - e meça os resultados Para que os anúncios, a comunicação ou qualquer outra estratégia dê certo, é preciso antes ter definido bem os seus objetivos. “Aquela máxima de que se você não sabe para onde ir, qualquer caminho funciona é válida nesse contexto”, aponta Marcel Ghiraldini, cofundador da Math Marketing. A análise de dados é especialmente útil nessa hora, ajudando a definir os pontos fortes e fracos e a mapear as próximas decisões. E, segundo Ghiraldini, temas como esse já deveriam estar no radar das empresas mesmo antes da pandemia.

8. Acompanhe as mudanças de comportamento A urgência de evitar a disseminação do coronavírus pelo mundo fez com que ele se tornasse pauta em todos os lugares, da internet à televisão. Com o tempo, segundo o cofundador da Resultados Digitais, a tendência é que haja uma saturação. “Todos já vão saber como é a prevenção, o tratamento e o que está ou não acontecendo e vão começar a tentar viver uma vida normal”. Este, diz ele, será o momento com mais oportunidades para o digital. “Vai ter mais gente online e muito do que elas fariam fora de casa vão fazer dentro.”

Fonte: Pequenas Empresas, Grandes Negócios

Siga
Procurar por tags
Arquivo
  • Facebook Basic Square
  • Instagram Social Icon
  • LinkedIn Social Icon
  • Google+ Basic Square
  • Twitter Basic Square

Desde 2016 - 2020  ® Todos Direitos Reservados a Agência X10 Publicidade e Marketing Digital