A importância de estar bem posicionado na busca orgânica


Todos os buscadores possuem o que chamamos de resultados orgânicos (gratuitos) e também os resultados pagos (via anúncios monetizados).


O Google atualmente é o maior buscador do mundo, possuindo mais de 80% do market share global. Os outros buscadores, como Bing e Yahoo!, ficam bem atrás. Por isso, focaremos no gigante.


Conceito de busca orgânica

A busca orgânica refere-se a todos os resultados que aparecem de forma natural (não paga) nas páginas de resultados de pesquisas dos buscadores (também chamadas de search engine results pages ou SERP).


Esses resultados aparecem de acordo com a palavra-chave buscada pelo usuário no buscador e os resultados são listados de forma sequencial, a partir do ranking de cada site para a keyword pesquisada.


Mas, calma, não é tão simples assim.


Algoritmo do Google

O ranking dos resultados que aparecem no Google é baseado em mais de 200 variáveis, que qualificam positivamente ou negativamente o posicionamento de cada site.


Esses fatores de ranqueamento envolvem, por exemplo, a palavra-chave pesquisada pelo usuário, a qualidade, relevância e autoridade do domínio, a quantidade de links que são apontados para o site, a estrutura da página, a qualidade do código e por aí vai.


Essas variáveis que definem o ranqueamento dos resultados são monitoradas por meio do algoritmo ninja do Google, algoritmo esse que evolui diariamente e que, a cada dia que passa, fica mais inteligente. Ele prima por um grande objetivo: a relevância.


Você já se perguntou “como faço para meu site ficar entre os primeiros resultados do Google”?


Essa é a famosa pergunta cuja resposta vale (no mínimo) 100 milhões de dólares.


Segundo um estudo feito pela MOZ, o primeiro resultado recebe praticamente 35% dos cliques, enquanto o segundo recebe 15%. E assim vai. A cada posição que o seu site perde em relação aos primeiros resultados e a primeira página, as métricas de clique versus impressões (CTR) ficam piores.


Ou seja, é muito importante que o seu site e seus conteúdos se posicionem entre os primeiros resultados do Google!


Outro ponto relevante levantado pela MOZ é o de que as empresas que estão entre os primeiros resultados são vistas pelos usuários como líderes em seus segmentos, e isso traz resultados muito positivos para elas em todos os aspectos.


O algoritmo do Google é extremamente complexo, e não revela todos os parâmetros necessários para posicionar um site entre os primeiros resultados.


Caso alguém ofereça a você a saída para chegar aos primeiros resultados do Google em um passe de mágica, desconfie. Provavelmente você está sendo enganado.


Por outro lado, felizmente existem diversas boas práticas comprovadas de SEO que ajudam a melhorar o ranqueamento de sites. Técnicas de SEO on-page e off-page são essenciais para que o seu site ou conteúdo seja bem visto pelo Google e conquiste posições mais altas.


Esse guia é focado em mostrar como estruturar seus conteúdos de acordo com as regras mais recentes do algoritmo do Google e, dessa forma, acelerar o processo de ranqueamento rumo aos primeiros resultados.









Fonte: Resultados Digitais

Posts Em Destaque