O que a sua empresa precisa para estar de acordo com a LGPD, veja com a X10:


A Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais tem como base a lei europeia de proteção de dados conhecida por GDPR (General Data Protection Regulation).

Até o ano de 2018, o Brasil não tinha nenhuma determinação acerca do cuidado e a segurança necessária à coleta de dados. Lembrando que este fato esteve cada vez mais recorrente nas relações comerciais entre empresa x cliente.


O que a sua empresa precisa para estar de acordo com a LGPD

· Estudar e entender a lei;

· Desenvolver e implantar programas de Governança, Risco, Compliance e Segurança;

· Mapear a coleta e tratamento dos dados pessoais;

· Gerir o consentimento do uso dos dados pessoais existentes no banco de dados;

· Gerir os pedidos de edição e exclusão pelo titular dos dados;

· Governança do tratamento dos dados;

· Certificar o sistema e o banco de dados;

· Nomear um Data Protetion Officer (DPO) — encarregado responsável pela segurança dos dados em nome da empresa;

· Desenvolver estratégias de Gerenciamento de Crise e prevenção de conflitos.



Direitos do cliente

A partir da LGPD, os clientes passam a ter direitos sobre suas informações, como:

acesso aos dados fornecidos;

possibilidade de exclusão das informações;

portabilidade dos dados;

anulação da permissão de uso dos dados por parte da empresa.

Isso, sem falar do direito a explicação da finalidade exata acerca do tratamento dos dados, sendo permitido apenas o uso das informações realmente necessárias ao fim referido.

Direitos do lojista

As empresas têm direito de contar com o apoio da Autoridade Nacional de Proteção de Dados Pessoais (ANPD) como forma de receber orientações sobre a aplicação da LGPD de maneira correta.

Tendo o consentimento do uso de dados pelo cliente, também podem dar continuidade às suas estratégias de marketing. Ou seja, podem se apropriar dos dados pessoais daqueles contatos que já concordaram com esse tipo de tratamento.

Fonte: Ecommerce Brasil

Posts Em Destaque